A consultora Fernanda Musardo coordenou a oficina sobre Juventude e Democracia no Fórum Social Temático, em Porto Alegre. Veja abaixo as informações sobre o evento.

Oficina de Twitteiros

Oficina de twitteiros - www.musardos.com.br - Foto: Ocimar Pereira/Divulgação

Twitteiros debateram sobre novas formas de mobilização via redes sociais

Entre uma série de atividades e oficinas realizadas na tarde desta quinta-feira, 26, na tenda da prefeitura, instalada no estacionamento da Usina do Gasômetro, as abordagens realizadas pelos twitteiros mereceu destaque no Fórum Social Temático (FST). Participaram da oficina sobre Juventude e Democracia Gil Giardelli, da Gaia Creative e Professor da ESPM (São Paulo), Luis Canabarro Cunha, da Procempa, Leila Nachawati, Jornalista especializada em Diretos Humanos no Oriente Médio, Daniel Bittencourt, da Plataforma Colaborativa PortoAlegre.cc., e Fernanda Musardo, da ETC Brasil, um movimento cultural que acontece em diversas localidades do país.

O colapso da ética e a falta de mobilização física contra os atos de corrupção pautou o diálogo dos twitteiros. A experiência da Primavera Árabe também foi relatada nas intervenções de Leila Nachazwati. “Os ditadores não toleram as atitudes coletivas de mobilização. As redes sociais foram instrumento de conscientização cidadã em busca da liberdade”, disse ela.

A falta de participação dos órgãos oficiais nas redes sociais foi abordada por Fernanda Musardo, que coordenou a oficina. “Não encontramos no twitter pessoas reclamando da falta de segurança, mas não vejo os órgãos oficiais dando resposta aos anseios dos internautas”, ressaltou.

* Nota de reportagem

About Author

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.