Em 2014/2015 a Musardos trabalhou durante alguns meses com o Site Nacional de Empregos (SINE), e os resultados obtidos pela empresa foram explicados neste case. O SINE procurou a nossa empresa em busca de melhorias no posicionamento do Google para algumas palavras-chave.

Essas palavras-chave, foram estrategicamente escolhidas pela Musardos para que houvesse melhora na audiência do portal e para que pudesse gerar receita financeira. Após a parceria firmada, realizamos um trabalho de SEO para melhorar os resultados até que seja atingido o objetivo da empresa.

Primeiramente, houve uma reestruturação no portal feito em parceria com a equipe do SINE. Esse trabalho foi realizado em alguns encontros, onde foram apontados erros, e soluções para que houvessem melhorias no portal. Após esses encontros, foi elaborado um plano de ação para a empresa.

A seguir, mostraremos o que fizemos para melhorar o rank das palavras-chave e consequentemente, aumento nas visitas recebidas pelo site. O período analisado para fazer a mensuração foi de setembro de 2014 até maio de 2015, totalizando 8 meses de trabalho.

Ao analisar o crescimento dos usuários, o número foi surpreendente. Ao iniciar o trabalho, o SINE possuía um pouco mais de 900 mil usuários únicos por mês. Ao entregarmos em maio, esse número cresceu 246,53%, atingindo mais de três milhões de usuários mensalmente.

O crescimento foi gradativo. De acordo com a realização da consultoria de SEO, os números aumentavam, e consequentemente, a receita também aumentava, e a área comercial da empresa também.

 

O número no aumento de sessões também foi impressionante. A empresa cresceu 262,14%, durante o período mensurado pela Musardos. Mas isso aconteceu porque ambas as empresas trabalharam em parceria, quando algo era solicitado pela nossa empresa, o SINE se prontificava e realizava o que era pedido, assim, o resultado veio em pouco tempo de trabalho.

 

A taxa de rejeição é um importante fator a ser analisado, porque é ele quem mede se o seu site foi útil para o usuário. Quando o usuário abre a página e sai dela sem interagir, ele faz parte da taxa de rejeição. A partir do momento em que começamos a trabalhar juntos, a taxa caiu. O que antes representava quase 33%, em poucos meses de trabalho, caiu para 22,69%. A taxa caiu mais de 10% durante todo o período mensurado. Mas se for analisar mês a mês, houve um tempo em que a taxa de rejeição abaixou ainda mais, atingindo 21,00%.

 

As páginas/sessões são as interações feitas pelos usuários. Elas podem ser mensuradas por páginas, compra/venda e interações sociais. No caso do SINE, foi feita a mensuração pelo número de páginas. Isso representa o envolvimento do usuário com o portal. Durante todo o período mensurado, houve um aumento de 3,4 páginas/sessão. E em alguns períodos, houve um pico de crescimento, que foi de 7 páginas/sessão.

 

O tempo médio de duração em cada sessão ao entregarmos o trabalho, aumentou em 1 minuto. Sem contar que durante este período, houve um aumento de 2 minutos entre o primeiro mês analisado e o pico.

 

O número de usuários orgânicos teve um aumento muito significativo, 253,84% foi o crescimento nos usuários orgânicos do SINE durante o período trabalhado juntos. O último mês analisado foi o que atingiu o pico.

 

As sessões orgânicas da empresa quando começamos a trabalhar juntos já era significativa, mas quando começamos a auxiliá-los, este número quadriplicou. O aumento foi de 271,66% no número de sessões orgânicas.

Como já citamos anteriormente, algumas palavras-chave foram trabalhadas para aumentar a posição no Google com um trabalho foi 100% orgânico. “Auxiliar administrativo”, “auxiliar de cozinha”, “recepcionista” e outros foram algumas das palavras escolhidas.

 

Ao pesquisar “auxiliar administrativo” em outubro de 2014, o SINE estava em 18º lugar na busca do Google. Um pouco menos de dois meses depois, essa posição já melhorou e pulou para 14º lugar. No mês seguinte, ocupava o 13º e quatro meses depois da última mensuração, em maio de 2015, ocupava o 1º lugar.

Ao pesquisar a palavra “vendedor”, o resultado foi melhor do que a primeira palavra-chave citada. Quando começamos a trabalhar, a página do SINE não aparecia nem nas 100 primeiras posições do Google, e já na primeira mensuração, menos de dois meses depois, pulou para 3º lugar. Assim se manteve em janeiro de 2015, e em maio ocupou a primeira posição no ranking do Google.

“Assistente administrativo” ao iniciar o trabalho se encontrava em 12º lugar. Após a primeira mensuração, ele caiu uma posição, foi para 13º. Na segunda, ele obteve melhora, subiu para 11º lugar, e na última, já ocupava o 1º lugar.

Ao buscar no Google a palavra-chave “Auxiliar de cozinha”, o site do SINE aparecia em 10º lugar em outubro de 2014. Em dezembro de 2014, o site pulou para a 6ª colocação, perdeu uma posição em janeiro de 2015 e em maio do mesmo ano, estava em 1º lugar.

A palavra-chave “Auxiliar de limpeza” ao ser pesquisada no Google em outubro de 2014, trazia o SINE em 12º lugar. Ao ser mensurado novamente, em dezembro, estava na 3ª colocação. Em janeiro, ela caiu 3 colocações e em maio, voltou ao terceiro lugar do ranking.

Ao pesquisar “Auxiliar de produção” no na página do Google, a página não estava nem entre os 100 primeiros colocados no ranking. Um pouco menos de dois meses depois, ele já ocupava a 5ª colocação, e assim se manteve na terceira mensuração. Na última mensuração feita, em maio de 2015, o SINE estava em 1º lugar.

“Auxiliar de serviços gerais” ao ser pesquisado no Google em outubro de 2014 não aparecia nem entre os 100 primeiros colocados. Em dezembro do mesmo ano, houve um salto grande e o site apareceu em 12º. Um mês depois, já em janeiro de 2015, foi para a 10ª colocação, e em maio, ocupava a 1ª colocação.

Ao colocar no Google a palavra-chave “cozinheiro” em outubro de 2014, o site do SINE aparecia em 13º lugar. Essa mesma pesquisa fosse feita em dezembro de 2014, e o site já ocupava o 5º lugar. Em janeiro do ano seguinte, aparecia em terceiro lugar e em maio, estava em 1ª colocação.

A palavra “recepcionista” em outubro de 2014 ocupava o 10º lugar. Em dezembro do mesmo ano, ela ocupava o 8º. Em janeiro de 2015, estava em 3º nas buscas do Google e em maio, ocupou o primeiro lugar.

“Vendedor externo” ao iniciar o trabalho, ocupava o 12º lugar. Na segunda mensuração, em dezembro, houve uma queda e se encontrava na 15ª posição. Em janeiro do ano seguinte, pulou para 8º lugar. E em maio, estava em 1ª posição.

As palavras-chave “Motorista”, “Secretária” e “Estagiário”, foram mensuradas somente 2 meses. De janeiro de 2015 até maio do mesmo ano. A primeira palavra citada, passou de 2º para 1º. “Secretária” pulou de 12º para 3º. E “Estagiário” foi de 17º para 2º.

Em 2014, o SINE não faturava nenhuma verba vinda dos acessos e do posicionamento do Google. Após o trabalho com a Musardos, eles começaram a receber.

É fundamental fazer acompanhamento com quem entende se quiser ter um site de sucesso. Nós da Musardos estudamos e nos especializamos para cuidar do seu negócio.

Para ter acesso ao material completo, clique aqui.

About Author

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.