No último dia 9 de setembro, a loja online Visou Acessórios ( http://www.visou.com.br/ – fora do ar no momento), cometeu um dos maiores erros possíveis para uma loja online: ofendeu uma cliente em sua page no Facebook.

O motivo foi banal. A consumidora reclamou via rede social que sua compra ainda não havia chegado. Segundo Nina Gazire, a compra foi efetuada no começo do ano, e até agora não recebeu nada em sua casa. A Visou afirma que a compra foi feita em julho, o que também não justificaria o atraso, já que o próprio site afirmava que o prazo de entrega era de 15 dias.

Após o ocorrido, a Visou fez uma retratação pública, em nome da empresa e do funcionário, no qual pede desculpas pelo ocorrido e pelos xingamentos. A nota foi copiada de um modelo já existente na internet, omitindo o nome do funcionário, que segundo a empresa, foi sumariamente demitido. A empresa afirma ter feito a devolução do dinheiro.

A page no Facebook e o site estão fora do ar devido ao grande número de acessos e protestos dos internautas.

Será o fim da empresa? Talvez. Será muito difícil mudar a imagem da marca, principalmente nessa época em que a internet não deixa ninguém esquecer esse tipo de atitude de arrogância da empresa. Como sempre falamos: mídia social não é para “sobrinhos”, é para profissionais que trabalham, estudam e entendem a comunicação online.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Retratação da Visou, retirado do site da Folha de São Paulo.

“Eu, G.S.C*, Solteiro, Brasileiro, e responsável pela atitude de causar desconfortos verbais e informação inverídica ocorrida no dia 9 do mês de setembro de 2012, em nome de toda a equipe, desejo por meio desta retratação pública, pedir desculpas Marina Gazire Lemos. Cabe acrescentar que o reembolso foi efetuado no mesmo dia (09/09), e a cliente pode confirmar isso.
Reitero publicamente, com a consciência de que atos como estes jamais se repitam. Reconheço ainda não serem verdadeiras as afirmações realizadas e que agi fora de minha razão. Serve a presente nota de desagravo para restabelecer a verdade de idoneidade e honra do ofendido e de seus familiares. Nos desculpamos também com o público em geral. G.S.C. e Visou”

 

 

About Author

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.