Recentemente, para ser mais exata dia 09-03-2012 saiu uma entrevista minha para a Gazeta do Povo. Nesta entrevista comento sobre mídia social, empresas que já utilizam a mídia social para obter bons resultados.

Confira abaixo a matéria na íntegra

GP: As mídias sociais vieram para ficar ou estamos falando de um modismo?

FM: Estamos ainda no começo, va­­mos aprender a nos comportar nestes canais, vamos aprender a aproveitar mais as oportunidades e o alcance que estas tecnologias nos trazem. Precisamos lembrar que o acesso à internet no Brasil ainda não é algo tão abrangente quanto imaginamos, e que ainda temos muita gente desconectada, ou que não usa a web fre­­quentemente. O serviço de in­­ternet no Brasil é caro. Os bloqueios culturais ainda são grandes. Novos canais de mídia social serão criados, novos cairão na “graça”. Mas utilizar os canais de mídia social não é moda, não foi algo criado este ano ou há pouco tempo, é um grande processo de evolução não só do homem, co­­mo tecnológica também.

GP: As empresas, principalmente as grandes, sabem lidar com as mídias sociais?

FM: Temos dois cenários. As grandes empresas que sabem como aproveitar, mas que esbarram no processo burocrático e cultural, na questão de política interna mesmo. E aquelas que, por ser algo novo, ficam inseguras, o que torna o trabalho para elas mais com­­­­plexo do que realmente é.

GP: Pode citar cases de sucesso?

FM: O Ponto Frio já está se transformando em um clássico case de sucesso. Não tem como não falar do sucesso que eles fazem na mí­­dia social.

GP: Pode citar exemplos de empresas que não alcançaram bons resultados?

FM: Não é um caso de fracasso, mas de um fato que para mim é muito importante: o caso das Melis­­seiras. Uma grande marca reconhecer que falhou e assumir isso publicamente já é algo fantástico, mas o que marcou foi a frase de Paulo Antônio Pedó Filho, gerente da divisão Melissa: “É o fato de termos convicção de que não somos mais os ‘donos’ da marca Melissa, ela pertence às nossas fãs”. (VF)

** Agradeço a Aldeia Coworking, Kristiane, Viviane e Marcelo pela entrevista**

About Author

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.