Sistemas de Recomendação procuram recomendar informação e produtos (como computadores, máquinas fotográficas, filmes, videos, músicas, livros, páginas de internet, etc.) que possam ser de interesse do usuário, esses sistemas procuram e identificam padrões de interesse, perfil e consumo. A partir desses padrões os sistemas de inteligência artificial geram associações entre produtos e consumidores aplicando técnicas de filtragem colaborativa.

Com a ajuda dos sistemas de recomendação as vendas pela internet podem se aproximar do conceito criado por Jeff Bezos, presidente da Amazon, de “uma loja por cliente. Pensar no usuário é fundamental para manter-se num mercado tão competitivo como a internet. Não é à toa que a Amazon é um dos e-commerce mais bem sucedidas da história.

Sistemas de Recomendação processam as informações que o usuário dá ao site durante a navegação e entregam dicas de produtos relacionados aos gostos e interesses do consumidor, fazendo parte dos sistemas de Behavioral Targeting, ou Marketing Comportamental.

Porém só a utilização de Inteligência Artificial, Filtragem Colaborativa e outras técnicas computacionais não garantem o aumento de conversão, pois o consumidor precisa impactado de maneira positiva pelas recomendações, a seguir você encontrará dicas e melhores práticas de como direcionar o usuário-consumidor para uma melhor compra.

Elementos de uma vitrine

Título

  • Utilize cores diferenciadas do layout do site;
  • Utilize números: "60% das pessoas" constroi um fator de confiança na cabeça do consumidor.

Cores

  • Utilize cores contrastantes que dêem destaque para a seção de recomendação. Cuidado para não sobrecarregar, a seção deve parecer como um anúncio.

Produtos

  • Oferece sempre poucas opções. Apenas 3 ou 4 recomendações são suficientes.

Chamada para ação (Call-to-action)

  • Se você utilizar mais de uma chamada pra ação, tenha uma como principal com maior destaque dentro da seção de recomendação.

Melhores práticas

Confira as melhores práticas para conseguir um maior índice de conversão de suas vitrines de recomendação.

Menos sempre é mais

Mostrando poucas recomendações, torna a decisão do consumidor mais fácil. Um bom número de produtos na lista é 3 ou 4, não faça uma lista grande. Tornará a escolha muito mais difícil pelo internauta.

Tente o Up-Sell, pelo menos o Cross-Sell

O propósito de fazer recomendações é para aumentar o valor do pedido e/ou fazer a venda mostrando melhores opções por um preço próximo do produto visualizado.

Exclua Recomendações

Você não deve recomendar produtos antigos quando alguém está tentando comprar a última versão do mesmo produto. Seja mais criativo e venda mais.

Descontos funcionam

Ofereça pacotes de produtos com descontes. Seus consumidores prezam pelo dinheiro. Com um lucro menor em alguns produtos, mas o valor de pedido maior garante uma boa margem.

Senso de urgência

Quando oferecer um desconto ou valor especial, tire vantagem disso criando urgência, dando um prazo curto para o consumidor efetuar a compra. Isso irá aumentar os cliques e as conversões.

Continue testando

Como garantir que essas práticas funcionarão e continuarão funcionando em seu negócio? Continue testando permanentemente. Teste Chamadas para ação, Títulos, Cores, etc. Utilize softwares de testes gratuítos como o Google Website Optimizer.

Você já comprou um produto recomendado em vitrines?

Conte no comentário do post qual a sua visão de consumidor em relação as vitrines de recomendações de produtos, você gosta dessas recomendações ou não?

Sua loja utiliza sistemas de recomendações de produtos?

Sim? Compartilhe nos comentários quais as experiências e resultados obtidos com suas vitrines.
Caso seu eCommerce não utilize, entre em contato com a gente.
 
Fontes

About Author

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.